SUPERNATURAL – EPISÓDIO 2X19 – “FOLSON PRISON BLUES”

Como esse é meu primeiro post sobre Supernatural, eu quero deixar avisado que essa é minha segunda série favorita, depois de Heroes. Sou cria de Arquivo X, e , nos seus melhores episódios, Supernatural consegue ser tão estranho quanto Arquivo X na sua melhor época. Eu quis avisar porque pode ser que minha opinião seja completamente comprometida pelo fato de eu ADORAR Supernatural, de verdade.

Vamos lá.

Alguém teve a maravilhosa idéia de reabrir uma ala de um presídio municipal que estava fechado fazia tempo, onde obviamente alguém morreu uma morte muito trágica e obviamente se transformou em um espírito muito bravo que obviamente decidiu matar pessoas de um jeito muito horrível. Um guarda da prisão é atacado pelo Fantasma e morre aos berros. Quando um teaser de Supernatural termina em berros, você sabe que por aí vem coisa boa!

Três meses depois do tal guarda, Sam e Dean armam um plano (na verdade, o Dean arma o plano e eu presumo que o Sam tenha sido vencido pelo cansaço!) de serem presos e enviados para a tal prisão. Nesse ponto do episódio eu estava pensando que esse é um plano meio estúpido, considerando que eles são procurados por Deus sabe quantos crimes. Mas se eles não fossem para a prisão, nós não saberíamos como o Sam e o Dean usam um macacão laranja melhor que ninguém! EEEEEEE!

Quando eu disse que o plano era estúpido, eu estava certa, porque nosso amigo Agente do FBI, que persegue os Winchesters desde o assalto à banco no episódio Nightshifter, aparece. E a cena em que ele se apresenta ao Dean (com quem ele só tinha conversado por telefone), é a evidência NÚMERO 1 no meu caso “Jensen Ackles é um dos atores mais subestimados da atualidade”. Porque ele mantém o mesmo sorriso no rosto, mas a expressão, de um jeito sutil porém completamente perceptível, muda de “eu nasci para irritar qualquer figura de autoridade que não seja meu pai” para “awww merda! Merda. Merda. Merda!”. A conversa entre os dois é interrompida pela super advogada, que obviamente é mulher e pra cima de quem o Dean obviamente liga seu charme automático.

Ao tentar defender o Sam (que é a única pessoa na face da terra que pediria Desculpa dentro da prisão e realmente esperaria que fosse suficiente!), Dean se envolve numa briga e acaba na solitária. Lá, a gente (e o Dean) toma uns sustos ao ver os olhos e os braços do Monstro que pega mais um preso. Medo! YAY!

Os Winchesters chegam à conclusão de que é o Espírito vingativo de um preso que foi morto à pauladas dentro de uma das celas que estavam fechadas e que, mesmo que ele tenha sido cremado, alguma coisa dentro da cela ainda deve estar mantendo o Espírito por perto. O Dean se enfia em outra briga para despistar enquanto o Sam entra nos tubos de ventilação para ir até a cela assombrada para salgar e queimar os restos de sangue do Espírito-Presidiário. Michael Scofield tem muito o que aprender com os Winchesters porque o Sam atravessou os tubos e chegou na cela com uma facilidade absurda!
Restos mortais queimados, nós poderíamos pensar que tudo está resolvido, mas ainda é a metade do episódio então não precisa ser gênio pra descobrir que o Fantasma não é o espírito do presidiário morto.

Dean finalmente encontra o Fantasma na enfermaria e

1) descobre que é uma mulher
2) consegue não ser morto usando um saleiro como arma. EEEEEE!

Usando seu charme (uma arma letal, eu digo! LETAL!), ele tenta convencer a advogada a descobrir onde a Enfermeira Maluca está enterrada.

Aí é que todo esse episódio perde o sentido e eu continuo dizendo que foi só uma desculpa pra fazer um episódio de prisão: Deacon, que é o cara que eles estão ajudando, é guarda da prisão. Agora me explica por que o cara simplesmente não deixou os dois entrarem no presídio e caçar o bendito Fantasma? Eu sei porquê! Porque o Kripke (que é o criador da série), decidiu que as fãs mulheres mereciam os Winchesters na prisão! Nem que seja pelas milhares de fanfics que serão escritas baseadas nesse episódio.
A advogada se faz de difícil, mas acaba descobrindo o que o Dean pediu. Ele e o Sam fogem da prisão, ajudados pelo Deacon, e vão para o cemitério.
Enquanto isso, o Hendrickson cerca a advogada e ela acaba entregando o que o Dean pediu e o quê ela descobriu sobre a enfermeira. Pelo menos é o que eles querem que a gente pense: porque a advogada manda o FBI para OUTRO cemitério e os Winchesters conseguem queimar o corpo da enfermeira. Que agora foi finalmente para o saco!

Episódio legal, com sustos legais e um Fantasma medonho. Agora vamos para o que interessa que são os últimos três episódios!

NOTA: 7,0

1 Response to “SUPERNATURAL – EPISÓDIO 2X19 – “FOLSON PRISON BLUES””


  1. 1 Bruno junho 5, 2007 às 12:05 pm

    Viva o ARQUIVO X… saudades!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Tvlicious

Quem? Eu. A Ju, oras.

Quer reclamar ou dizer as milhões de razões pelas quais eu sou o máximo? tvlicious@gmail.com

Twitter

Páginas

a

Parceiros

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Blog Teorias LOST

Numbers

  • 70,960 hits

%d blogueiros gostam disto: