Grey’s Anatomy: de um extremo a outro em menos de uma temporada

(esse post tem spoilers dos epísódios ainda não exibidos no Brasil)

Eu finalmente terminei de assistir à terceira temporada de Grey’s Anatomy esse fim de semana e me encontro sem palavras. Mas não de um jeito legal como se eu estivesse em choque pela maravilha que eu presenciei, mas mais porque eu me pergunto: o que exatamente acontenceu com essa série?

De tapa-buraco de midseason na primeira temporada curtíssima à queridinha absoluta de público e crítica na segunda temporada sensacional, Grey’s Anatomy virou referência de cultura pop, inseriu palavras no vocabulário dos seus fanáticos e era comentada por todo mundo! Novelão? Sim, sem dúvida, mas era divertidíssimo. Como a série se tornou a coisa mais sem pé nem cabeça do horário nobre americano, eu não tenho certeza, mas eu tenho minhas apostas.

A criadora da série, Shonda Rhimes, foi responsável por pérolas como Crossroads e O Diário da Princesa 2; portanto, não me chamem de injusta quando eu digo que seu trabalho anterior à Grey’s não era uma coisa da qual se orgulhar. Mas ela conseguiu montar uma série recheada de personagens interessantes, com diálogos inteligentes e situações com as quais as pessoas conseguiam se identificar. E aí, ela começou a ser elogiada e a recolher prêmios e eu só posso presumir que tudo subiu à cabeça e ela passou a se achar a última bolacha do pacote criativo da TV, e que ela poderia escrever qualquer coisa e as pessoas simplesmente assistiriam.

Por exemplo, quando o arco de Izzie e Denny começou, as pessoas batiam na tecla de que ninguém se apaixonaria daquele jeito, naquela rapidez, por alguém com quem fosse envolvido profissionalmente; veja bem, a Izzie deveria ter sentido algum tipo de conflito com relação aos seus sentimentos por um paciente, mas não. Izzie é mulher e mulheres, segundo a Shonda Rhimes, não podem agir racionalmente.

E é à partir da morte do Denny (também conhecido como Papa Winchester) que Izzie se transforma em uma mulher neurótica, ciumenta, mesquinha e eventualmente, dorme com o George, seu melhor amigo que, por acaso, é casado. Vou ser sincera com vocês, eu me desliguei de Grey’s quando a Izzie e o George dormiram juntos. Sim, eu até aguentei toda a estória ridícula da Meredith à beira da morte, mas no momento que a criadora da série faz com que dois dos seus personagens principais passem a agir de forma totalmente contrária àquela que foi apresentada até então só pra se adequar às idéias malucas de amor romântico dela, eu me sinto no direito de desistir.

Esse é, na minha opinião, o maior problema da série: não é a mesma série! Onde já se viu George O’Malley ser o maior garanhão do hospital? Seriously? E qual a utilidade de se criar uma personagem interpretada por uma mulher mais curvilínea se ela vai ser trocada pela magrela loira e peituda?

E eu não vou nem falar da Meredith! Nota para Shonda: se você precisa fazer sua protagonista comer o pão que o Capeta amassou para que as pessoas simpatizem com ela, você tem um problema, não uma série de sucesso. E a Addison, que era a pessoa mais legal naquele hospital (depois da Christina!) vai ser mandada embora, devidamente transformada em uma mulher boba apaixonada. Ela era a Addison, ela era tudo que a Meredith NÃO era e agora você faz ela falar com elevadores e ser perseguida por bonitões nas escadas de uma clínica? Reciclagem é bom até certo ponto!

8 Responses to “Grey’s Anatomy: de um extremo a outro em menos de uma temporada”


  1. 1 Arthur junho 4, 2007 às 4:18 am

    A temporada até que ta legal por enquanto… mas será que supera a 2ª?

    Boa Semana

  2. 2 . junho 4, 2007 às 9:32 pm

    Achei suas reclamações exageradas, com exceção do que disse sobre a Addison.

  3. 3 Bruno junho 5, 2007 às 11:41 am

    ÓTIMO post!

    “Grey´s Anatomy” realmente está se perdendo. O episódio à la “Ghost Whisperer” foi de matar, e a noitada da Izzie com O´Malley foi o tiro de misericórdia da série.

  4. 4 Mano junho 5, 2007 às 8:30 pm

    Ju, concordo com você…GA já foi melhor. Continuo gostando da série, mas desse meio de temporada pro fim acho que ela se perdeu um pouco. Izzie e George pra mim foi forçado demais, repentino e sem sentido… Addison ter ido embora foi um erro, não me interessei muito pela série dela, mas pode ser que os outros episódios sejam melhores e a Meredith, bom pelo menos eu acho que ela tá melhor, tenho gostado da personagem nesta temporada, mais do que nas anteriores, acredita? Depois vou comentar sobre Greys lá no meu blog. Obrigado por ter passado por lá!

  5. 5 magimi junho 5, 2007 às 11:50 pm

    Ju
    Acho que Grey’s não tá tão ruim assim. Só Meredith, que por mim já estava morta há tempos. De resto, tá tudo ainda dentro do aceitável dentro de um novelão.
    Porém, mesmo não concordando, como sempre dei boas risadas com o teu ÓTIMO texto. Você tem talento, garota!

    Beijo

  6. 6 Vinícius P. junho 6, 2007 às 12:35 am

    É exatamente isso que penso a respeito de “Grey’s Anatomy”. As suas primeiras temporadas beiraram a perfeição, já essa foi fraquíssima. E o episódio final então? Não gostei mesmo, nem a Sandra Oh salvou…

    Ah, adorei seu blog!😉

  7. 7 Thiago junho 11, 2007 às 8:12 pm

    Texto ótimo, muito bom mesmo. E sobre a série, eu acompanhei o inicio da série, depois, por falta de tempo, parei de assistir, e pelo q eu vi, nao perdi nada.
    Gostei do Blog.

  8. 8 SILVIA julho 4, 2007 às 11:29 pm

    A série é muito boa ! Mas tá na hora da Meredith parar de sofrer, ela bem que poderia virar a mesa e se tornar alguém mais positiva. Ela deveria ter escolhido o Fin no começo da 3ª temporada.
    Mas me digam uma coisa … o que vai ser da Cristina sem o Dr. Burke na 4 ª temporada ??? Acho que despediram a pessoa errada, porque ninguém aguenta mais o chato do George.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Tvlicious

Quem? Eu. A Ju, oras.

Quer reclamar ou dizer as milhões de razões pelas quais eu sou o máximo? tvlicious@gmail.com

Twitter

Páginas

a

Parceiros

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Blog Teorias LOST

Numbers

  • 70,960 hits

%d blogueiros gostam disto: