Temporada de Pilotos: Californication

Californication

Sabe por que eu decidi que eu tinha que ver Californication? Porque quando eu tinha 15 anos, eu queria casar com Fox Mulder; ou, se você preferir, David Duchovny era presença garantida no meu quarto, em forma de pôster gigante colado atrás da porta.

Então era óbvio que eu assistiria mesmo que fosse mais entediante que maratona de “7th Heaven”. Mas até que não é.

(Primeiro, eu acho que devo deixar estabelecido que o fato da bunda do David Duchovny fazer sua entrada triunfal na minha vida logo no começo do episódio não tem nenhuma relação com a minha opinião, ok? Ok!)

Californication trata de um escritor com bloqueio criativo, no meio de uma crise de meia-idade, tendo que lidar com a filha adolescente e a ex-namorada por quem ainda é apaixonado. Adicione a isso sexo. Muito sexo, na verdade. Embora outras séries já tenham provado que isso pode se tornar uma característica importante e não um problema, como o começo de Nip/Tuck, corre-se o risco de ser escadaloso só por ser, sem que sirva a um propósito, como a própria Nip/Tuck foi na última temporada.

Tenho a impressão de que David Duchovny interpreta ele mesmo (com exceção do sexo com menores de idade, eu espero!), sarcástico, cínico, auto-destrutivo e perturbado. Tem seu charme, é verdade, mas eu fiquei dividida entre achar o cara um fracassado completo ou me entregar à doce ilusão de que, no fundo, ele tem conserto e, após consertado, ele seria minha alma gêmea. O problema aqui será transformar o protagonista da série em alguém “gostável” mesmo que ele não tenha princípios; e apesar de parecer fácil quando se assiste algo como “House”, a coisa é bem complicada e é onde a série também pode tropeçar, mesmo contando com o charme de Duchovny.

O piloto tem momentos genuinamente engraçados, bizarros ao extremo e cumpre o papel de apresentar os personagens principais e delinear a trama. Vou assistir ao outros e eu JURO que não é só por causa do Duchovny. Ok, talvez seja. Mas só um poquinho!

4 Responses to “Temporada de Pilotos: Californication”


  1. 1 Julia agosto 19, 2007 às 8:38 pm

    Eu gostei bastante e simpatizei com Hank. Ok, talvez eu tenha uma certa atração por bad boys em séries… o que eu posso fazer? Eles são sempre muuuuuito mais charmosos.

  2. 2 Arthur agosto 22, 2007 às 3:06 am

    Nossa quero muito ver!
    Mas acho que vou esperar a Warner mesmo…
    “Não é só pelo charme do Duchovny…” sei… ¬¬
    iaSAhsuahsaHSuahs

    to brincando!

    xD

    Boa Semana!

  3. 3 Rô Floripa agosto 22, 2007 às 10:02 am

    David Duchovny why don´t you love me?

  4. 4 Ivonete agosto 23, 2007 às 5:16 pm

    Bem, ainda não assisti esta série, mas, confesso, sempre assisti “Arquivo X” por causa de David Duchvony e tinha também uma foto em meu quarto, só que colada na porta do guarda-roupa.
    Uma pena que sua carreira no cinema não tenha dado certo como a de George Clooney


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Tvlicious

Quem? Eu. A Ju, oras.

Quer reclamar ou dizer as milhões de razões pelas quais eu sou o máximo? tvlicious@gmail.com

Twitter

Páginas

a

Parceiros

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Blog Teorias LOST

Numbers

  • 70,960 hits

%d blogueiros gostam disto: